lista de compras: Janeiro 2009

26.1.09

My Boyfriend's Jeans




Ficam melhor à deslavada-às-vezes-agora-com-algum-estilo-mas-ainda-assim-quase-sempre-sensaborona-Kate... Gosto disto. Tenho por lá algumas em casa...

23.1.09

10

Ia vestida de branco e estava um dia lindo de Inverno. Foi há dez anos, é ainda hoje e será amanhã.

16.1.09

Mediocridade

Uma vez um nome sonante do jornalismo português, que durante uns tempos esteve sentado à minha frente numa redacção que parecia um OVNI disse:

«Uma das maiores artes do jornalismo é saber copiar»

Disse isto porque queria explicar que já está tudo inventado, que há sempre alguma ponta que pegamos daqui ou dali para irmos por outro caminho, enfim, no fundo todos andamos a refazer o já refeito. Mas ainda assim há que fazê-lo com honestidade, com saber e com competência.

O que se passou com este texto do Hugo Gonçalves é feio. O que o cronista do Público fez foi cópia descarada de ideias e conceitos. E esse jornal de referência fez o quê quando alertado para o facto? Nada. Não fez nada. É nesta mediocridade que se vive em Portugal. Copia-se e fica-se impune. Não interessa. Ai isso saiu onde? Na revista do Lux? Ai isso ninguém lê, ninguém conhece... Mas quem escreveu o texto inicial teve trabalho, teve ideias e ninguém tem o direito de pegar nelas e escarrapachá-las por inteiro nas páginas de outro jornal. Que lhe paga para o efeito.

Portanto, eu se me cruzar com ele, decoro a matrícula do carro e furo-lhe os pneus. Há coisas que só mesmo a estalada resolve.

14.1.09

Quase 5 anos...

E pronto, estávamos a caminho de casa e lá fui obrigada a explicar a reprodução humana ao rapaz. Usei a teoria da semente, mas não escondi os outros nomes.


Estava na parte em que a mãe recebe a sementinha...


- Ah, é pelo bigo?


- Não filho, a sementinha entra pelo pipi das meninas...


- Mãe, mas o pipi não tem entrada!


E lá expliquei melhor.


Quando pensava que já me tinha escapado à conversa, e depois de muitas explicações, no dia seguinte...


- Mãe, conta lá outra vez como é que a semente vai parar à barriga...


Está decidido. Vou comprar um livro. Ou melhor, este livro:




13.1.09


MÃE FIFA 2008

9.1.09

Todos os dias

É Joana para os amigos. Porque ela gostava de ser e porque não gosta do nome dela. Que é bonito, por acaso. Ela diz muitas vezes que não gosta de certas coisas nela. Mas ela é bonita, por acaso. Por vezes também é capaz de pensar que não tem muito para dizer. Mas diz coisas bonitas, por acaso. E chamou ao blogue dela Domingo à Tarde. Mas eu gosto de passar por lá todos os dias, por acaso.