lista de compras: Fevereiro 2008

25.2.08

Boas compras

Gostei muito deste vestido. Demorei a chegar a esta conclusão, mas agora tenho a certeza. Além disso, haja alguém que não usou preto e/ ou vermelho e cai-cai ou vestido só com uma alça. French girls do it better.



E depois estes rapazes, não é? Qualquer trapinho lhes assenta.



24.2.08

O ministro

Confesso que ainda nem sei o nome dele bem de cor. Mas acho que fica bem dizer aqui que Francisco Nunes Correia estava no sábado à noite em plena festa do B. Leza no Teatro S. Luiz.

Para um homem que aparentemente só percebia de água, ou nem disso, ao que alguns dizem, tenho a registar que gosto de um ministro que encara a cultura assim como os rios e os mares e a chuva. De todos e para todos.

21.2.08

Quem tiver ancas que apareça!

20.2.08

Um Amor Atrevido

Só agora que chegou ao fim é que soube que era ela quem o escrevia. Um dos meus blogues preferidos. E este é o post de que mais gostei

Obrigada Sofia.

19.2.08

O tabu

A sério. Não me façam rir. Mas agora somos todos anjinhos ou quê? Sócrates tem novo tabu? Que não sabe se vai recandidatar-se? Vai pensar no assunto nas suas corridas matinais daqui até 2009? Espera pela opinião de Manuel Alegre? Aguarda os novos dados da inflação e do desemprego para talvez assumir que nem tudo vai bem e que, se calhar, oops, até meteu a pata na poça?

Mas como é que se retira um narcisista do seu posto? Ou pelo menos como é que se lhe tira a vontade de nele permanecer? Tenham dó.

16.2.08

Desculpe?

«Haviam de decepar as grávidas que passam a vida a afagar as barrigas. É um gesto de insuportável lamechice. Pensam as pobres que o amor a um filho nasce assim, num instantinho, de repente, por dá cá aquela palha, só porque a cópula foi bem sucedida e um feto lhes saracoteia no ventre. Só amei os meus filhos, só tomei consciência de que era amor que lhes tinha, muito depois de os expulsar do corpo.»

Uma dúvida me assola. Quanto tempo depois de os expulsar? Um mês? Um ano? É que, veja-se, quando toca a decepar toda a gente que não ama no mesmo tempo que nós há que ter algum rigor...

13.2.08

Post para amanhã

11.2.08

Linda menina!

6.2.08

Apre!

Pronto, agora é tudo a mudar para os blogues do Sapo. Além de dar uma trabalheira do caraças ter que estar a actualizar os links - e eu não os mudo, apenas continuo a dar cliques no blogger e depois passar para o outro - a verdade é que, à excepção dos blogues que mantiveram os templates que tinham, todos os outros ficaram mais feios. Todos.

Pergunta o estimado: e o que é que isso interessa? Na verdade, nada.

3.2.08

O livro a que sempre volto, quando não tenho para onde ir

«Para um amor se tornar inesquecível é preciso que, desde o primeiro momento, os acasos se reúnam nele como os pássaros nos ombros de são Francisco de Assis».

Milan Kundera, in A Insustentável Leveza do Ser