lista de compras: Setembro 2008

30.9.08

Que se lixe a Euribor

Unhas, sobrancelhas, cabelo e quem sabe um trapinho novo. É o chamado «Ctrl F5».

29.9.08

She's back!

Noutra morada, Dona Ema deixa as lâmpadas e revela toda a sua azedice. Sempre com boa música, bons amigos e as situações que todos nós já imaginámos numa série televisiva. Quem disse a que nossa vida não é uma sitcom?

26.9.08

Around the world II


visited 16 states (7.11%)
Create your own visited map of The World or determine the next president

Eh pá, tinha-me esquecido do Vaticano que também conta....

24.9.08

Ninguém julgava que ela tinha sido escolhida pelas melhores razões, pois não?

Escrever, escrever

Jovem (ou não), se tens o nono ano, gostas de ler e escrever e tens medo de saltar de páraquedas, isto pode ser para ti:

www.escreverescrever.com

Vai! Salta com eles!

20.9.08

O novo catálogo do Expresso

Esperei pela segunda semana da nova Revista Única para confirmar a opinião que tinha tido na semana passada. Assim que tentei encontrá-la no monte do jornal que estava espalhado pela secretária veio a confirmação do primeiro impacto. A capa estava ali, à minha frente, e eu continuava a procurá-la, achando que aquilo era mais um catálogo daqueles que vêm no «saquinho». Na semana passada era uma borboleta, esta semana são as pernas de um bebé. Na semana passada o tema era «mudança», esta semana «aprender». Uma coisa bonita. Dizem-me depois que não é um tema, pá, é um CONCEITO.

Fico mais descansada. Um conceito já é diferente. E de facto, é de conceito que se trata. Os senhores do Expresso decidiram mudar de direcção e acabar com mais uma revista onde se podia ler alguma reportagem, ter actualidade e outros textos interessantes. Hoje, a Única é mesmo uma borboleta que sai de dentro do saquinho e cambaleia como um menino que aprende a andar para o caixote do lixo. Temos pena.

9.9.08

Around the world


visited 15 states (6.66%)
Create your own visited map of The World

Não me parecia mau, até porque só este ano foram 14 viagens de avião (e o que eu adoro isso...). Mas quando pomos as coisas nesta escala descobrimos que estamos a 6, 6%. Seis vírgula seis... Bolas...

2.9.08





Coloquemos então o ponto final nas histórias que apenas ficam para contar. Ainda que dentro de nós apareçam as palavras que nunca queríamos ter lido.

Os sofás vão ter uma nova cor. Para dar com o coração.